Mulheres empreendedoras

10 mulheres empreendedoras de sucesso

Conheça algumas mulheres que são símbolos de sucesso e superação na sociedade moderna

em | Empreendedorismo

1. Ana Fontes


Ana fontes saiu da cidade de Igreja nova no estado de Alagoas com 4 anos de idade e foi para Diadema na Grande São Paulo com sua e mãe e mais 5 irmãos foi lá onde cresceu enfrentou diversas dificuldades mas não se deixou abalar, Ana trabalhou registrada desde os seus 14 anos de idade. Ana cursou apenas escolas públicas e vendeu doces para conseguir pagar a faculdade de Publicidade na Anhembi Morumbi e, ainda assim, ficou devendo um ano de mensalidades quando se formou.

Em 2011 Ana deu início a rede em apoio a mulher empreendedora que foi o marco da sua carreira no ramo com o objetivo de se tornar a maior rede de apoio entre mulheres que acreditam no empreendedorismo como ferramenta de transformação de suas vidas e de toda uma sociedade

2. Sarah e Julinha Lazaretti


Em 1990 Sarah Lazaretti sentiu uma deficiência de produtos hipoalergênicos no mercado pois sua filha Marina Lazaretti necessitava destes produtos pois possui alergia então tinha que pedir para amigos que viajavam ao exterior para comprar estes produtos. Então tempos depois Sarah chamou sua irmã julinha que era enfermeira obstetra para entrar nessa sociedade com ela criando então Alergoshop, o investimento inicial foi de R$15.000 e com muito esforço e dedicação 20 anos depois a empresa fatura por volta de 7 milhões por ano.

3. Zica Assis


Heloísa mais conhecida como Zica Assis Nasceu na comunidade de Catrambi no Rio de Janeiro. Pertencente a uma família humilde Zica possuía 12 irmãos  e começou a trabalhar com apenas 9 anos de idade. O maior sonho de sua vida era desenvolver um produto que reduzisse o volume dos seus cabelos e definisse seus cachos. Diza fez um curso de cabeleireira e conseguiu matéria-prima para a realização do seu produto especializado porém somente depois de 10 anos ela atingiu seu objetivo. Com o auxílio de seu marido Jair  Venderam o único bem da família que era um Fusca e ela abriu um salão de beleza e o produto começou a se popularizou entre suas amigas e familiares. Hoje em dia são mais de 25 e institutos e 50 tipos de cremes para auxiliar as pessoas com as suas madeixas


4. Isabella Delorenzo

A Entendedora Isabella delorenzo é formada em Economia e trabalhou 15 anos no ramo onde conheceu seu marido. Os dois trocavam  receitas de doces e brownie, fazendo com que seu amor pela Confeitaria aumentasse então Isabela se jogou de cabeça neste novo projeto de Comércio de Brownie. Ela pediu demissão e foi para os Estados Unidos para fazer especializações e dominar a arte do brownie e do Marketing em gastronomia. Voltando ao Brasil o seu comércio inicial foi em uma loja e-commerce até para economizar o dinheiro que gastaria abrindo uma loja física porém o negócio deu tão certo que o The Brownie Shop virou um sucesso e sua loja foi a primeira a comercializar brownies artesanais.

5. Lênia Luz


Lênia Luz É fonoaudióloga por porém mudou de ramo e decidiu empreender participando do projeto 10 mil mulheres em 2011. Com a experiência adquirida Lênia criou o empreendedorismo rosa que é um blog com conteúdo direcionado para mulheres empreendedoras.

6. Patricia Bonaldi

Patrícia Bonaldi se tornou um nome reconhecido na moda brasileira após 12 anos desforço, encantando as pessoas com lindos vestidos para festa e revolucionou o feito a mão e o bordado rendado atraindo a cobiça de mulheres diversas.

7. Luiza Helena Trajano

Luiza Helena Trajano nasceu e foi criada em Franca no interior de São Paulo deu início a sua vida profissional com apenas 12 anos de idade pois tinha o desejo de comprar presentes de Natal para sua família. Então abriu mão de suas férias escolares para trabalhar na loja dos tios Luiza Trajano Donato e Pelegrino José Donato onde se efetivou e hoje é presidente de um um grupo de 700 sedes em 16 estados brasileiros.

8. Cecilia Prado


Do interior de minas gerais para o mundo a jovem é estilista e dona de uma marca que leva seu nome cecília conseguiu espaço no mercado da moda graças a seu diferencial que é um design contemporâneo com toques artesanais em sua peças. Atualmente Cecília tem duas lojas em São Paulo vende suas peças para lojas de departamento e para mais de 20 países da América, da Europa, da África, do Oriente Médio, a China por sua vez  é um dos maiores consumidores.


9. Chieko Aoki


Chieko exerce no segmento hoteleiro desde desde 1980. Já trabalhou como diretora de marketing e vendas em uma empresa hoteleira de luxo no Brasil, na Europa, na Ásia e nos Estados unidos e adquiriu todo conhecimento para investir na sua própria rede chamada Blue Tree Hotels onde é fundadora e presidente. Hoje possui mais de 20 sedes espalhadas por vários estados brasileiros.

10. Sônia Hess de Souza

Uma senhora chamada adelina clara hess de Souza viu em sobras de tecidos uma forma de ganhar dinheiro fazendo camisetas e vendendo em um caminhão pelo estado de Santa catarina na década de 1950 dando início a dudalina uma de camisetas reconhecidas na américa latina. Em 2003 Sônia assumiu a empresa e aumentou em 50% o faturamento da empresa, hoje há confecção de camisas polo e também de calças.






Você pode gostar disso...