5 doenças do século 21

Vamos citar 5 doenças que são “o mal do século”

em | Saúde

Existem doenças que aumentaram drasticamente desde a virada do século, existem algumas que antes mal se sabia que existia, e existem aquelas que surgiram por conta da vida moderna.

Vamos citar 5 doenças que são “o mal do século”, toda a modernidade trouxe-nos muita coisa boa, mas também trouxe coisas das quais nossos corpos e mente não estavam acostumados ainda e isso refletiu em nossa saúde. Causando doenças físicas e psicológicas.



Obesidade/ Sedentarismo


Segundo a Organização Mundial da Saúde, a obesidade já é considerada uma epidemia e um dos principais problemas a serem enfrentados em países desenvolvidos. Uma das principais causas apontadas pela OMS (Organização Mundial de Saúde) seria a vida corrida atual, onde as pessoas optam por tudo mais simples e objetivo, fazendo cada vez menos exercícios físicos e cada vez mais ingerindo alimentos não saudáveis como fast foods e alimentos muito processados com muita gordura ruim.

E também por trás disso estão os transtornos alimentares nos quais a pessoa tende a exagerar na comida, descontando toda ansiedade, estresse e frustrações diárias. A obesidade é preocupante pois a mesma é causadora de outras doenças como diabetes e doenças cardíacas.




Transtorno de Ansiedade


O transtorno de ansiedade é caracterizado por preocupação excessiva desproporcional com à causa. É normal termos ansiedade em algumas situações na vida. Porém, quando ela se torna algo recorrente, paralisando o indivíduo a ponto de que ele não consegue reagir a situação por conta da mesma, isso começa a se tornar grave, precisando de tratamento psiquiátrico e/ou psicológico. Precisando de tratamento psiquiátrico e/ou psicológico, procurar um terapeuta é essencial nesses casos.

Isso tem como reflexo a vida moderna, onde a todo momento temos estímulos e pressão. Onde se tem tantas metas para serem atingidas e tantas coisas para fazer ao mesmo tempo. Onde desde criança, já se vai para a pré-escola, faz aula de outras línguas, faz aulas de algum tipo de esporte e muitas outras coisas ao mesmo tempo.

Portanto, se você está sempre mal humorado, tem inúmeras tarefas a cumprir mas no final se sente tão pressionado que não cumpre nenhuma ou se cobra o tempo todo, talvez seja hora de procurar um médico para te ajudar. Procure sempre um psicólogo ou psiquiatra. Para doenças psicológicas é sempre bom procurar tratamento especializado.




Perda de audição


Uso frequente e indiscriminado de fones de ouvido está trazendo problemas auditivos para muitos jovens, como a perde de audição. Doenças que só eram relacionadas a pessoas já idosas hoje em dia estão cada vez mais se espalhando entre os jovens. Portanto, evite utilizar fones de ouvido com volume excessivo.




Síndrome de Burnout


Esse nome vem sendo conhecido pela maioria das pessoas a pouco tempo, quando famosos começaram a se posicionar sobre a doença, mostrando ao público as situações pessoais de quem passa pelo burnout. Porém esse termo foi designado por psicanalistas a cerca de 25 anos atrás. Em países industrializados o burnout tem estado cada vez mais no centro das atenções como parte do debate sobre equilíbrio de vida pessoal vs vida profissional.

A sindrome de burnout é conhecida como doença do esgotamento, e está diretamente relacionada ao ritmo frenético que temos atualmente na vida. É um estado de tensão emocional e estresse crônico provocado por condições de trabalho desgastantes. Que danificam tanto física quanto psicologicamente o indivíduo.




Depressão


A depressão é uma doença psiquiátrica crônica e recorrente que produz uma alteração do humor caracterizada por tristeza profunda, sem fim, associada a sentimentos de dor, amargura, desesperança, baixa autoestima, e culpa, assim como distúrbios de sono e apetite.

A depressão atinge atualmente por volta de 350 milhões de pessoas no mundo divididos em três graus diferentes: Leves, moderados e graves.

A depressão deve ter tratamento com acompanhamento médico sistemático. Em casos mais leves o tratamento psicoterápico costuma ter boa resposta. Porém em casos mais graves, muitas vezes é necessário o uso de anti depressivos para que o indivíduo saia da crise.

Lembrando que é preciso ir ao médico para ter um diagnóstico sobre essa doença, não se pode confundir tristeza passageira com depressão, e como outra doença qualquer é preciso fazer uma avaliação profissional e só assim iniciar algum tipo de tratamento.






Foca no Fato - Notícias [parceiro]

VEJA MAIS
www.focanofato.com.br

RIEVE MODA PLUS SIZE

VEJA MAIS
www.rieve.com.br

Albreis - Design & Programação Acompanhantes Lux Brasil Imóveis Vídeos Guia Super Viva Foca no Fato Rieve - Moda Plus Size | Zema Sul